Mudanças Climáticas Globais, Florestas, Madeira e Carbono

Relatórios consolidados de atividades PNBSAE/MT 2019 Para Consulta Pública:

001 Relatório Consolidado de Crédito de Carbono 2019 Relatório Consolidado de Crédito de Carbono 2019.pdf
002 Relatório consolidado de Débitos 2019 Relatório consolidado de Débitos 2019.pdf
003 Relatório Consolidado de Neutralização  2019 Relatório Consolidado de Neutralização 2019.pdf
004 Relatório consolidado empresas 2019
Relatório consolidado empresas 2019.pdf
005 Tabela de Custos de Transações 2019 Tabela de Custos de Transações 2019.pdf





Eder Zanetti, Eng Florestal, Dr.

Você acredita que o desmatamento das florestas tropicais é responsável pelo aquecimento global? Você acredita que evitar o desmatamento na Amazônia e no Cerrado, e em qualquer lugar, vai solucionar o problema do aquecimento global? Você acredita que os fazendeiros, agricultores e madeireiros são os culpados pelo aquecimento global? Você acredita que os pagamentos por desmatamento evitado são a melhor forma de financiar o desenvolvimento sustentável? Você acredita que usar madeira de florestas tropicais é uma forma de destruir as florestas? Você acredita que a Amazônia está sendo destruída pela exploração de madeira? Você acredita que é melhor optar por produtos substitutos da madeira, como forma de garantir a sobrevivência das florestas e diminuir o aquecimento global?

Se você respondeu positivamente para qualquer das questões acima, você precisa ler o que o livro “Mudanças Climáticas Globais, Florestas, Madeira e Carbono” tem pra lhe dizer.  Mentiram pra você, e tem repetido a mentira por milhares de vezes, na tentativa de fazer ela “pegar”. Mas este livro vai tirar você dessa. Uma primeira questão óbvia é: se é verdade que o desmatamento leva ao aquecimento global, porque isto não aconteceu enquanto a Europa, a Ásia e o EUA desmataram a totalidade de seus territórios? E se o uso da madeira prejudica as florestas, porque a Europa e América do Norte são os maiores produtores e consumidores mundiais desta matéria-prima?

A obra trata em detalhes, com fundamentos científicos, a questão do aquecimento global através da história, e faz uma descrição das motivações pela quais mudanças abruptas na atualidade poderiam ser atribuídas as ações humanas - principalmente no setor urbano, e relacionadas com uso de combustíveis fósseis. Os aspectos da adaptação e da mitigação são apresentados de forma descritiva e exemplificados.

O tema dos mercados de carbono é abordado de forma sistemática, demonstrando como surgiram e foram estruturados mercados regulatórios e voluntários, e quais são os principais atores envolvidos na sua implantação e consolidação através dos anos. Uma forma de valorizar o papel dos ecossistemas no fornecimento de serviços para a sociedade, o pagamento por carbono é bem-vindo, mas as tentativas de vincular isto com redução de desmatamento são absurdas.

O autor gostaria que os leitores tomassem o conteúdo como um instrumento de enfrentamento. O livro foi produzido para esclarecer o público sobre o tema das florestas e o papel da madeira para manter uma sociedade soberana, saudável, rica e diversa. A madeira das florestas brasileiras não é menor, por sinal é muito melhor, do que as madeiras das florestas dos outros países, e deve ser utilizada como veículo de crescimento social, ambiental e econômico do Brasil. A madeira brasileira é um produto nobre, de qualidade, com alta rentabilidade e, mais importante, nossa, assim como as florestas. Já passou da hora de passarmos a tratar do que é nosso com propriedade. Boa Leitura!

Saiba mais,Clique aqui!.

Voltar   |   Principal
Logomarca PNBSAE

Logomarca PARCEIROS